Conhecendo : 12 Burguer & Bistrô

comer

Lembro quando ouvi falar do burger de foie gras do então 12 Bistrô com ótimas palavras do meu muito querido Chef lá de Alagoas Jonatas Moreira do Espaço Vera Moreira. Parceiro dos donos Daniel e Greigor Caisley, Jon Jon me disse algumas vezes que eu tinha que conhecer o restaurante do caras.
Tempos depois, em um dos encontros da boa comida na praça Charles Miller aonde está o estádio do Pacaembú, lá estava o 12 com a sua barraca ao lado dos também parceiros, Z Deli Sandwich Shop. Conversei com Daniel, me apresentei e falei da relação com Jonatas Moreira. Provei o Burger, estava bom, mas uma coisa é você comer na barraca, outra coisa é você comer no restaurante. Portanto, não valeu.

Finalmente fui conhecer o que era Bistrô e hoje é puramente Burger e fui surpreendido. Com um espaço intimista, mais calmo e todo em madeira, o twelve como é chamado e não doze, fica em uma rua calma em uma zona que permeia entre Pinheiros e Vila Madalena. Um clima completamente diferente do agitado Z Deli da rua do Pinheiros, lotado e que foi perdendo o bom atendimento e a regularidade dos pratos ao longo dos últimos meses.

Cheguei lá e fui recebido por Daniel, que me sugeriu as Coxinhas e o Bolinho de Tapioca de entrada, afinal as batatas já viriam de qualquer forma para acompanhar o burger.
Ambos muito bons, mas em especial o bolinho de tapioca com geléia de pimenta. Me lembrou bastante os que Rodrigo Oliveira faz no seu Mocotó e que depois Adriana Cymes se inspirou para fazer no  Chez Burger de pouco sucesso no fim da Al. Lorena, nos Jardins. Inspirações a parte, o bolinho é ótimo, sequinho, crocante por fora e molhadinho por dentro. Bingo!

Para acompanhar tudo isso, fui “abraçado” por uma geladeira de cerveja que estava ao lado da nossa mesa. Recheada de inúmeros rótulos nacionais e importados que vocês podem conferir no site dos caras, resolvi fazer uma noite só de cerveja artesanal brasileira. Por que não dar valor ao home made, o feito “aqui na esquina” ao invés de tomar algo que já passou horas em barcos, horas em transportes, horas no sol, horas na chuva. Faz sentido, não? Nas fotos, alguns dos rótulos que tomei por lá, enquanto a turma na mesa se esbaldava nas belgas e alemãs.

Voltando a boa mesa, pedi o Burger de Porco (não lembro o nome correto agora, mas há somente um). Ótimo, leve e suculento. As folhas de agrião dão uma refrescada junto às cebolas roxas e deixa a coisa mais suave. Vale a pedida!
Essa semana passei por lá e provei o Dane’s Burger que é um dos carros chefes da casa. Pedi para adicionar bacon e fui ainda mais feliz… impecável!
O burger realmente é muito bom, vem no ponto da casa, o ponto certo, o ponto vermelho!
As batatas também são ótimas e vêm com o bom e velho alho e alecrim como estamos vendo em vários lugares.
Pode deixar de lado a maionese que não é la grandes coisa e pode até melhorar, afinal catchup no burger não rola.

Quando falei que fui surpreendido no início do post, era sobre isso… se não o melhor, um dos melhores burgers que já comi aqui em São Paulo. Ainda mais quando envolve um ambiente gostoso, calmo e sem aquela bagunça de lanchonete com som alto, gritaria e disputa por mesas.
Para se ter ideia, ainda há uma área externa aonde você pode comer entradinhas e tomar as mesmas boas cervejas que tomamos por lá. Vale a pedida também!

Serviço:
Twelve Burger Burguer & Bistrô
Rua Simão Alvares, 1018, Pinheiros
Tel: 3562-7550
twelvebistro.com.br 

VC_IMG_7631 VC_IMG_7633 VC_IMG_7618 VC_IMG_7619 VC_IMG_7616 VC_IMG_7605 VC_IMG_7607

VC_IMG_7599 VC_IMG_7602 VC_IMG_7603

VC_IMG_7611 VC_IMG_7613

VC_IMG_7614 VC_IMG_7621 VC_IMG_7624

 

Preciso voltar para provar o de Foie Gras.

Fotos: @victorcollor


insideinside get

Veja também: