Conhecendo : Casa Fat Radish

comer

Realmente o Rio de Janeiro é a cidade mais legal para estar durante o Mundial. Vários gringos misturados entre eles e entre nós brasileiros em clima de harmonia a cada mesa de boteco em cada esquina da cidade Maravilhosa. Simplesmente genial! Pena que vieram muito mais gringos do que gringas, …

Vocês leram na semana passada aqui no VICCO o post que fiz da Casa Fat Radish, restaurante pop up de um dos lugares mais cool de Nova Iorque.
Além disso, vocês já ouviram falar dos caras por aqui na parceria que eles fizeram com a GANT, lembram?

Fui convidado pelo Phil, Andrea e Lauren para ser member da Casa fat Radish no Rio… demais! Tudo isso devido aos queridos Mauricio, Antonio e Allie que também estão juntos com os caras em NYC no Leadbelly, bar também muito cool em frente ao Fat Radish. Queria agradecer aqui o carinho!

Voltando ao que interessa, fui conhecer a Casa nesse fim de semana que passei no Rio. Inicialmente a ideia dos caras era estar em um casarão na Urca, mas logo mudaram para Santa Teresa. O jantar era as 9h e não consegui chegar a tempo para encontrar amigos que lá estavam, então acabei comendo algumas entradinhas, provando um pouco dos pratos do Menu fechado e tomei o vinho que eles servem por lá.

Mas antes disso fiz um tour pela casa e já achei genial como gringos conseguem extrair e misturar de forma elegante elementos brasileiros à peças modernas. O cesto de lixo no banheiro por exemplo, é feito de trabalho indígena, o sabão da antiga pia é da carioquíssima Granado. Além disso, os jardins tropicais muito bem e estrategicamente iluminados, tochas de fogo fazendo o caminho até a grande piscina que tem vista para o Cristo Redentor.
Nos salões e na grande varanda, mais plantas tropicais espalhadas por todo lado. É demais ver essa visão que os gringos têm do Brasil, que muitas vezes nós acabamos não tendo pelo vício que a sociedade brasileira, desde pequenino, que o que é de fora é sempre melhor que o nacional. Um erro brutal! Visto a negação à cultura indígena, os verdadeiros brasileiros.
Somos tão ricos, e espero que essa consciência mude ao longo dos próximos anos. Vamos dar mais valor ao que é realmente nosso!

A decoração da Casa Fat Radish tem elementos industriais e com cara de padrinho (por opção e estilo) com mesas com uma mão só de pintura, fiação aparente das lâmpadas de estilo Edwin, como há em vários lugares de NYC e no próprio Fat Radish. Miturado a tudo isso, há mesas modernas nas varandas com poltronas largas e quadros com fotos e pinturas legais espalhados por todo lugar.

Queria agradecer a atenção de Mauricio, Antonio e Allie que fizeram isso acontecer e dizer que já já devo estar de volta à Cidade Maravilhosa!

Para saber mais sobre a Casa Fat Radish, clica AQUI.

VC_-22062014IMG_4740

VC_-21062014IMG_4716 VC_-21062014IMG_4717 VC_-21062014IMG_4720 VC_-21062014IMG_4722 VC_-21062014IMG_4726 VC_-21062014IMG_4727 VC_-21062014IMG_4728 VC_-21062014IMG_4729 VC_-21062014IMG_4730 VC_-21062014IMG_4735 VC_-21062014IMG_4736 VC_-22062014IMG_4738 VC_-22062014IMG_4741 VC_-22062014IMG_4743 VC_-22062014IMG_4744 VC_-22062014IMG_4747 VC_-22062014IMG_4749 VC_-22062014IMG_4755

 

 

Cheers!

Fotos: @victorcollor


insideinside get

Veja também: