Ovelha Negra

porsche-912-4
rol

Que mantenho carinho por Porsche e suas criações, isso já não é novidade para ninguém.

Estudando um pouco mais sobre o criador e as histórias que essas criações vão ganhando ao longo dos anos, me deparei com o modelo 912 e suas particularidades.

Após o sucesso do modelo 356, o primeiro carro assinado pelo professor Ferdinand Porsche após o mundialmente conhecido Fusca, a marca, já com seu filho Ferry no comenda, busca entregar um carro novo, com o mesmo DNA e com a motor na traseira e ai sim, é apresentado o mito, o modelo 911.
O modelo mais icônico da montadora alemã não é só alegria. Na época que o carro foi lançado, ele veio 60% mais caro do que o seu antecessor, o 356, o único modelo conhecido até então.
Tudo bem que já havia alguns avanços tecnológicos, tanto na motorização de 6 cilindros, como na segurança com freios a disco, mas com certeza um valor de 60% mais caro do que o mercado estava “acostumado”, pesou para os aspirantes a amantes da marca que achavam legal, mas infelizmente não conseguiam comprar.
Como solução rápida de mercado, foi o lançamento do 912. O modelo nada mais é do que o 911 com o mesmo chassi, o mesmo corpo, mas com uma motorização mais fraca de 4 cilindros, tornando um carro mais leve e mais fácil de dirigir.
Na história, um carro esquecido, inclusive nem aparece do documentário dos 50 anos de Porsche que falei aqui.
De qualquer forma, após o lançamento do 911, a motorização da Porsche passa a ser trabalhada desse nível para cima, além do mercado que foi se adaptando e ganhando mais carinho por carros mais potentes. Acredito que esse seja o motivo pelo qual o “pobre” 912 com seus quatro cilindros tenha ficado esquecido na história.
Abaixo, alguns vídeos legais que mostram os detalhes desse carro e um pouco da história contada pelos seus proprietários.

insideinside get

Veja também: