Em couro e à mão

Screen Shot 2016-10-04 at 5.05.08 PM
moda

Conheci o trabalho de Alison Braga da Braga Learther através do Lucas Azevedo, um dos responsáveis pela Black Boots de BH que vocês já leram aqui.

 

Entre posts, legendas e tags, achei o instagram dos caras interessante e passe a enxergar com mais atenção, afinal sabemos o quanto é difícil montar qualquer tipo de negócio aqui no Brasil. Com referencias que cada vez mais vemos no mercado masculino, os caras têm a cara do oeste americanos, índios nativos, manufatura, couro e aquele ar vintage do início do século XX.

Comparando ao que temos aqui no Brasil, o trabalho me lembrou muito a turma da Cutterman Co. e da Liberty Art Brothers, ambas com lojas físicas aqui em São Paulo e um e-comerce para você que não está por aqui.

 

Como o nome já diz, grande parte dos produtos são feitos em couro e à mão com aviamentos que se foram encontrados no Brasil, parabéns. Afinal aqui é um país complicado para se achar esses tipo de material de qualidade.

 

Além de ser uma marca dedicada à manufatura, me chamou atenção os cintos, mas confesso que achei o logo da marca muito grande na extremidade. Por que não coloca-lo menorzinho em um canto mais discreto? Os chaveiros também são interessantes com detalhe para prender na alça do cinto da calça. A carteira/porta cartão também é bonita com as costuras aparentes em outro tom, mas também achei o logo grande demais. Resta saber se o bolso central tem tamanho suficiente para caber a nossa carteira nacional de habilitação CNH. Um problema que sempre encontrei em carteiras/porta cartões em qualquer lugar do mundo.

 

Ainda há pouca coisa no e-comerce dos caras mas com certeza vale ficar de olho para entender o que vem por ai nesse mesmo estilo de trabalho em couro que quanto mais usar, mais legal fica!

 

Para entender mais sobre Alisson e a marca que carrega seu sobrenome, clica aqui para ler a matéria que o Lucas Azevedo fez em seu blog “So Queria ter Um”

 

bragaleather.com

 

Fotos: Reprodução


insideinside get

Veja também: