Referências

43dest_referencias
prat

Depois de muita espera, finalmente James Bond estréia nas telonas. Como fã, já fui duas vezes ver o filme e confesso querer ir a terceira em breve.

Vocês acompanharam aqui toda a expectativa que foi criada em torno da 24ª película que prometia voltar ao passado do agente secreto mais famoso do mundo, deixando o personagem mais humano e menos utópico.
Sem dúvida essa é uma das marcas mais fortes de uma era que chega ao fim, a era Daniel Craig. Desde Cassino Royale é isso que vemos – um Bond mais grosseiro, mais porradeiro, mais de combate e inclusive mais loiro. Desde 1962, ano em que foi ao ar Dr. No, o primeiro filme da saga, a ideia de um agente mais sofisticado foi criada, ainda mais quando chegamos a era Roger Moore. Sim, o autor Ian Fleming coloca isso nos livros, mas não tão sofisticado como os produtores Harry Saltzman e Cubby Broccoli construíram no cinema.

De “era” em “era”, a dificuldade é grande para o ator que irá interpretar. Difícil não buscar nas fontes dos outros atores como Sean Connery, Roger Moore, George Lazenby, Tim Dalton e Pierce Brosnan. Sem dúvida uma tarefa e tanto. A solução? Como vocês viram aqui na minha dica para assistir o documentário Everything Or Nothing que conta toda a história, saíndo das páginas para as telonas e curiosidades na produção de cada um dos filmes, a ideia é: volte ao passado, leia os livros, tente enxergar por uma nova perspectiva a essência do personagem criado por Fleming. Nesse caso a ideia foi fazer o filme com a história do primeiro livro do autor, Cassino Royale, e sim, um novo ator, uma nova pegada. Eis Daniel Craig como um novo Bond, seguindo mais a risca o agente visto nos livros!

Mantendo essa mesma linha de pensamento, SPECTRE apresenta mais voltas ao passado e faço aqui um alista de detalhes que me fez lembrar grandes momentos de outras eras. Obviamente não contarei muitas coisas sobre a história para não estragar a surpresa que quem ainda não viu:

SPECTRE não é nome do filme a toa. A SPecial Executive for Counter-iteligence, Terrorism, Revenge and Extorsion e a organização criminosa que James Bond luta contra, desde Dr. No, um agente da organização. Ou seja, a coisa vem de bem antes de você achar que esse é só o nome do novo filme.

spectre_logo_evolution_by_jarvisrama99-d8ou4m7

 

Ernst Stavro Blofeld interpretado por Chistopher Waltz, é o chefe da organização criminosa e já apareceu em 3 filmes diretamente como o vilão, You Only Live Twice, On Her Majesty’s Secret Service e Diamonds Are Forever.

tumblr_inline_nxf9mac64C1t6wivs_1280_1416336424

 

• O summer branco Tom Ford usado por Daniel Craig na cena do trem lembra o mesmo usado por Sean Connery na cena de abertura de Goldfinger de 1964, inclusive com o detalhe da rosa verelha na lepela.

movies-spectre-bond-white-tuxedo

 

• A cena de porradaria dentro do trem me fez lembrar as cenas do segundo filme da saga, From Russia With Love contra o vilão Red Grant. Outros filmes tiveram algumas cenas de trem como em Live And Let Die, o primeiro filme de Roger Moore e também no sucesso The Spy Who Loved Me contra o eterno Jaws interpretado por Richard Kiel, que faleceu no ano passado – triste.

02-from-russia-with-love-train-fight trainfight-xlargehqdefault

 

• Em alguns filmes como Thunderball, foi apresentada a sala da SPECTRE com Blofeld, nunca aparente, em conversa com seus “agentes do mal”. A imagem que apareceu em From Russia With Love com a mão alisando o gato branco, é a mesma até You Only Live Twice, quando o vilão dos vilões é apresentado – careca e com uma cicatriz no rosto. Em SPECTRE, Christopher Waltz é apresentado na mesma pegada, mas só com a silhueta e sem o gato, que só aparece em um único momento. Além disso, no fim do filme, é revelado como Blofeld “ganha”a tal cicatriza no rosto.

The_SPECTRE_heirarchya05f958d-42e4-496b-8481-086a2591b8b5-620x372

 

• A clínica na Austria em que 007 vai atrás de Dra. Swan lembra muito o que se viu na única apresentação de George Lazenby em On Her Majesty’s Secret Service nos Alpes Suíços.

image 1419828677003

 

• Seguindo a mesma linha de Jaws em Moonraker e em The Spy Who Loved Me e Odd Job em Goldfinger, Mr. Hinx, o enviado do vilão também não fala nada além de um “shit” na cena do trem. Pode chamar de referência?

oddjob001 jaws-507975hinx-spectre-600x357

 

• Quando Bond e Dr. Swan são levados para a base de Blofeld, a roupa da Bond Girl me fez lembrar a mesma usada por Ursula Andress em Dr. No quando ambos também são “capturados” pelo vilão.

3184799 NE2SzolaI6ot55_2_b

 

• O paletó usado pelo Blofeld de 2015 tem a mesma gola “mao” do Blofeld de 1969 em On Her Majesty’s Secret Service.

blofeld-and-bond-again Blofeld-Christoph-Waltz-SPECTRE-Blofeld

 

• O Omega Semaster 300 usado por James Bond com a pulseira NATO é claramente uma referência à pulseira usada no modelo Submariner da Rolex usado em Dr. No e em Goldfinger.

ga001-rolex-sean-connery Bond-Omega-spectre-close

 

• O relógio é equipado com uma bomba usada por Bond nas cenas finais. A mesma ideia usada em Live And Let Die, o relógio também fica em vermelho quando o gadget é ativado.

rolex

 

• O clássico Aston Martin DB5 continua fime e forte. Muito obrigado!

James-Bond-Aston-Martin-DB5 Aston-Martin-DB5-Daniel-Craig-19-fotoshowImageNew-da5c8362-634806-e1417711308367

Firme e forte nas referências.

Fotos: Reprodução


insideinside get

Veja também: